28/10/2019 às 11h22min - Atualizada em 28/10/2019 às 11h22min

Diretores da Sabesp reúnem-se com prefeito de Praia Grande para visita às obras do Onda Limpa

Programação teve início com reunião na Prefeitura, seguida por visita às obras dos dois sistemas de esgotamento sanitário em andamento na Cidade

Após cinco meses do lançamento das obras de ampliação do sistema de coleta e tratamento dos esgotos do município de Praia Grande, os diretores de Sistemas Regionais, Ricardo Borsari; de Tecnologia, Empreendimentos e Meio Ambiente, Edison Airoldi; o superintendente de Gestão do Programa de Recuperação Ambiental, José Luiz Salvadori Lorenzi; e, respondendo pela Superintendência da Baixada Santista, Nicolas Alvarez Gonzalez, reuniram-se mais uma vez com o prefeito Alberto Mourão para acompanhar de perto o andamento dos dois sistemas de disposição oceânica que estão sendo executados na região.

Também participaram da programação, na terça (22), a secretária de Obras Públicas, Eloisa Ojea Gomes Tavares, e o secretário de Serviços Urbanos, Katsu Yonamine.

“Acompanhamos efetivamente o crescimento da Cidade, assim como os investimentos da Sabesp. Até 2022, a cobertura das redes coletoras deve chegar a mais de 80% e até 2025 a mais de 95%. É um desenvolvimento responsável”, destaca o prefeito, que percorreu diferentes frentes de trabalho.

A visita técnica contou com vistorias na EPC-2 Vila Tupi, Emissário Terrestre e na Estação Elevatória na orla da Cidade. E seguiu para a Elevatória do Sistema EPC1- Canto Forte, Emissário Terrestre (em fase final), caminhando pela Avenida Costa Machado por trecho cujas obras e asfalto provisório já foram concluídos e finalizando no terreno em que é construída a EPC1. Na ocasião, Ricardo Borsari destacou que “a renovação dos contratos de oito dos nove municípios da Baixada Santista deu condições de fazer investimentos vultuosos na região. São obras que permitem a continuidade do fluxo de turistas e oferecem condições adequadas de balneabilidade ao litoral”.

A melhora do meio ambiente também foi considerada por Edison Airoldi como um aspecto extremamente importante quando se considera o Turismo um fator econômico essencial para Praia Grande e região. “É uma obra grandiosa e essa parceria com a municipalidade permitirá beneficiar moradores e turistas com estes investimentos do Onda Limpa que somam mais de R$ 400 milhões”. José Luiz Salvadori complementou: “É um compromisso da Sabesp com a Prefeitura e tem sido uma parceria incrível. Graças a esta parceria, todo o volume dos efluentes dos canais de drenagem pluvial também é conectado pelo emissário e direcionado ao tratamento antes de ser levado a alto mar”.

O empreendimento beneficiará diretamente os bairros Jd. Princesa, Boqueirão, Canto do Forte, Sítio do Campo e Tupi, o que incluindo moradores e turistas significa cerca de 800 mil pessoas. Serão construídas duas estações de pré-condicionamento de esgoto, cerca de 7,2 km de emissários terrestres com diâmetro 1.200 mm e prolongamento de 650 m de cada emissário submarino.

Onda Limpa - Considerado o maior programa de saneamento ambiental da costa brasileira, o Onda Limpa vem, desde 2007, ampliando os serviços de coleta e tratamento de esgoto em todos os municípios da Baixada Santista, contribuindo para a melhoria da saúde pública, da balneabilidade das praias e para o incremento do turismo na região.

Na 1ª etapa do programa, de 2007 a 2018, foram investidos cerca de R$ 2 bilhões, aumentando o índice de cobertura com coleta de esgoto de 62% para 82%, na Baixada Santista.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp