29/03/2020 às 12h49min - Atualizada em 29/03/2020 às 12h49min

A força da mulher

Luciana Pontes de Lima
A mulher só teve direito a voto regulamentado no Brasil em 1934, depois de muita luta. Hoje a mulher é maioria absoluta nas urnas. Nem vou entrar na importância da mulher no PIB mundial e na economia nacional. Vou falar de sua importância em Peruíbe. Que força tem a mulher no município? Segundo o Censo de 2010, em Peruíbe havia 29.140 homens e 30.633 mulheres, consequentemente os votos femininos são maioria. E o que o município oferece às mulheres?

Não tem uma maternidade para dar a luz aos seus filhos com dignidade e cidadania Peruibense. A Casa da Mulher foi fechada para reforma em março do
ano passado e continua assim até hoje. Tente procurar um benefício que o município ofereça às suas eleitoras, um programa social, cultural, esportivo, de saúde, segurança ou lazer. As mulheres precisam se apoderar de seu valor como cidadã que contribui com a economia e em todas as áreas do desenvolvimento do município exigindo respeito.

Precisam valorizar seu voto sendo atenciosas e seletivas na escolha de quem vai colocar à frente da administração pública. Que a mulher tem a força já sabemos, o que precisam agora é fazer valer este direito sagrado de votar para o bem comum. Feliz mês das mulheres conscientes!
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp